i-Tool

i-Tool – Moldes Eficientes, Inteligentes e Otimizados para a Indústria

O projeto i-Tool visa conceber e desenvolver novas soluções de molde inteligentes, eficientes e otimizadas, promovendo a integração de ferramentas avançadas de análise e desenvolvimento, bem como a adoção de métodos e tecnologias avançadas de fabrico, utilizando ciências computacionais e algoritmos e, numa fase posterior a inteligência artificial, como meio de aperfeiçoamento tecnológico, de modo a liderar a mudança e evolução do paradigma de conceção e desenvolvimento do molde de injeção.

O projeto i-Tool, promovido pelo consórcio entre Simoldes Aços, o principal promotor, e Simoldes Plásticos e INEGI, copromotores, irá, de facto, procurar responder eficazmente ao atual desafio de integrar ferramentas, software e fases de desenvolvimento de moldes (expertise, conceção e desenvolvimento, desenvolvimento 3D, definição de estratégia de fabrico, produção) utilizando técnicas e algoritmos baseados em ciências computacionais, com o objetivo de:
– Criar uma ferramenta de colaboração integrada no processo de desenvolvimento de moldes, a fim de reduzir a dependência da perícia humana e a necessidade de sucessivos processos de otimização iterativos;
– Automatizar a interdependência de ferramentas e softwares e a criação de estruturas experimentais entre eles, reduzindo o tempo gasto no processo de otimização iterativo;
– Desenvolver novas soluções de molde, mais eficientes, integrando tecnologias produtivas alternativas e/ou complementares, tais como o fabrico aditivo.

 

O projeto i-Tool, trazendo uma inovação de produto importante, mundial/global e radical, e tirando partido dos últimos desenvolvimentos associados às ciências computacionais e algoritmos, nomeadamente grandes análises de dados, terá impactos positivos na conceção, desenvolvimento e fases de fabrico do molde, culminando num “molde otimizado”, mais leve, mais qualificado e com um tempo de colocação no mercado reduzido, associado (i) a menores taxas de rejeição e custos ambientais, (ii) a tempos de ciclo de injeção de molde mais curtos, (iii) a aumentos na capacidade produtiva do lado da injeção, (iv) com a utilização de máquinas de injeção de menor tonelagem e, portanto, menores custos energéticos e (v) com um time-to-market mais favorável para peças plásticas, satisfazendo especificamente as necessidades e requisitos da indústria automóvel e OEM, mercado chave, na medida em que podem potencialmente aceder a maiores volumes de peças injetadas, a um preço mais competitivo, com níveis de qualidade mais elevados, em tempos mais curtos e com rentabilidade melhorada e sustentada, para além das vantagens competitivas resultantes da eficiência energética e da redução de resíduos e emissões de CO2.

Com um investimento global de 3.149.544,48 Euros, este projeto é cofinanciado ao abrigo do Programa Portugal 2020 em 3.075.258,49 Euros do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
O projeto i-Tool é um projeto de 34,61 meses, de 13 de Maio de 2020 a 31 de Março de 2023, com a Simoldes Aços como promotor, Simoldes Plásticos e INEGI como copromotores.

 

– i-Tool – Moldes eficientes, inteligentes e otimizados para a indústria (POCI-01-0247-FEDER-049141)
Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização
Objetivo Temático: OT1 – Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação
Região de Intervenção: Norte
Custo Total Aprovado (€): 3.149.544,48
Custo Elegível Aprovado (€): 3.075.258,49
Apoio Total (€): 1.918.403,34