Estações in-process para inspeção das atividades produtivas

Projeto Nº: 17.420
Designação do projeto: ESTAÇÕES IN-PROCESS PARA INSPEÇÃO DAS ATIVIDADES PRODUTIVAS
Investimento Total: 3.266.099,42 euros
Investimento Elegível: 2.761.064,66 euros
Incentivo: 1.233.033,74 euros
Localização do projeto: SANTIAGO DE RIBA-UL

 

Síntese do Projeto:

Objetivos:
A IGM tem como visão posicionar-se como uma referência incontornável a nível internacional na indústria de moldes, constituindo um exemplo de excelência na oferta de soluções integradas, flexíveis, customizadas e de elevado valor acrescentado, destinada à exigente e avançada indústria automóvel, preferencialmente nas OEM e first tiers, e posicionando-se como fornecedor qualificado e privilegiado destes elos mais a montante da cadeia de valor automóvel, acalentando a sua especialização em moldes para front-ends, painéis de porta e cavas de roda.

Nesse sentido, assume como objetivo a oferta de soluções diferenciadoras e integradas, com garantia de elevados padrões de qualidade, precisão e fiabilidade e adequadas às necessidades de cada cliente. Neste âmbito, contempla ainda como objetivos o desenvolvimento profissional continuado dos seus colaboradores, de forma a proporcionar o sucesso do negócio, bem como a preocupação com a sustentabilidade dos recursos.

 

Descrição do Projeto:
Este projeto teve como desiderato contribuir para o crescimento qualificado da IGM, robustecendo a sua competitividade-valor, de modo a reforçar a sua atuação enquanto fornecedor qualificado de moldes tecnicamente complexos que se destinam à indústria automóvel. Pretendeu, assim, aumentar a escala de produção da IGM e acentuar a qualidade da sua oferta através da aplicação da filosofia lean thinking, valorizando a qualidade e flexibilidade dos processos e procurando a otimização destes últimos, por via da eliminação de desperdícios e não conformidades e por via da extinção de atividades sem valor acrescentado.

Este projeto assegurou a criação de inspeções in-process, integrando sistemas de controlo inteligentes através de visão artificial em máquina, que constituem o primeiro passo para aplicação futura de conceitos de linhas de montagem ao processo da Bancada, criando estações de trabalho especializadas em apenas montagem e afinação, reduzindo as operações de ajustamento.

 

Ver ficha do projeto.